Mostra MPB no Cinema – Terças na Tela / Circuito Popular de Cinema e Vídeo

Mostra MPB no Cinema será apresentado pelo CPCV em setembro

Exibida pelo projeto Terças na Tela, a mostra traz documentários sobre personalidades da música nacional

 

Todas as terças feiras do mês de setembro, nos Espaços Culturais da Secult/BA da capital e interior, será exibida a Mostra MPB no Cinema. Com entrada gratuita e exibições às 10, 15 e 19h, a mostra traz documentários sobre personalidades da música nacional brasileira, como a cantora Clementina de Jesus e o sambista Riachão. Aqui no Cine Teatro Solar Boa Vista a mostra acontece às 19h30.

A abertura, no dia 04, fica por conta do documentário Clementina de Jesus – Rainha Quelé, do diretor Werinton Kermes. A obra evidencia a trajetória da cantora Clementina de Jesus, mulher negra, dona de casa e empregada doméstica, que saiu de uma comunidade periférica na cidade de Valença, no estado do Rio de Janeiro, para dividir os palcos com artistas consagrados, como Paulinho da Viola, Pixinguinha e João Bosco. Ainda no filme, são destaques os depoimentos de Martinho da Vila, Lecy Brandão e Cristina Buarque de Holanda.

Já no dia 11, serão exibidos Povo Marcado e João Do Vale – Muita Gente Desconhece. Em Povo Marcado é registrada a experiência da produção de um programa de rádio pioneiro desenvolvido por detentos da Cadeia Pública Feminina da cidade de Votorantim, São Paulo. Tem a direção dos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, e já foi exibido em cerca de 30 festivais e cinco países. Já em João Do Vale é narrada a história de João do Vale, compositor que fez parceira com grandes intérpretes da música brasileira, mas ainda é pouco reconhecido pela cultura popular.

Dando continuidade à mostra, Noitada do Samba – Foco de Resistência, filme de Cély Leal, será exibido no dia 18. Através de emocionados e bem humorados depoimentos de músicos, jornalistas, cantores e intelectuais, a história da Noitada no Samba é contada. O evento, que se iniciou na década de 70, em plena ditadura militar, representou um foco de resistência da música popular brasileira, e ao longo de 13 anos levou compositores e intérpretes oriundos de morros e periferias cariocas a se apresentarem na zona sul com regularidade.

Fechando a programação, no dia 25, será exibido o documentário Samba Riachão. Dirigido por Jorge Alfredo, traz depoimentos de artistas como Dorival Caymmi, Tom Zé, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Armandinho, Carlinhos Brown, Bule Bule e Daniela Mercury. O filme apresenta um relato histórico da MPB através das histórias de Riachão, cronista musical soteropolitano que vivenciou as diversas transformações da música popular brasileira e dos meios de comunicação no decorrer do século XX.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s