Culturas populares invadem o palco do Cine Teatro Solar Boa Vista em agosto

card_CulturasPopulares_Solar

No mês em que se celebram as culturas populares, com a comemoração do Dia do Folclore (22), o Cine Teatro Solar Boa Vista – um dos 17 espaços administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – divulga sua programação mensal, com muita música, teatro, cinema e atividades para todas as idades.

Quem inicia a programação é o Grupo Taiga da Bahia, que ocupa o Solar no dia 02, às 10h, com uma atividade em comemoração aos 20 anos de existência do grupo, que tem como base a dança e expressão corporal. O grupo faz parte da Associação BrasilSokaGakkai Internacional, atuando de forma voluntária para o estímulo da educação e cidadania. O encontro é gratuito e com classificação livre.

Espetáculo Rebento | Foto: Divulgação

Espetáculo Rebento | Foto: Divulgação

O Espetáculo Rebento volta a cartaz no Solar, com três apresentações: nos dias 07 e 08 (sexta e sábado) às 20h e no domingo às 17h, com classificação livre e ingressos a R$10 e R$5 (meia).  O espetáculo, com texto de Luis Carlos Limeira e trechos adaptados do livro A Jornada de Zâmbia, de Cleiton Oliveira, traz a ancestralidade africana através da cultura, dos mitos e das lendas, a partir de improvisações de mestres e representantes das religiões de matriz africana.

Quem também volta aos palcos do Solar é o espetáculo Dona Bucéfola, que se apresenta nos dias 14 e 21, às 20h, com ingressos a R$10 e R$5 (meia) e classificação 14 anos. Na peça, uma senhora usa a sua experiência de vida para aconselhar pessoas que procuram sua ajuda, além de contar fatos inusitados vividos por ela.

Tem também estreia no Solar. O projeto Teatro Escola, “Ciclorama leva a escola” se apresenta, nos dias 12 e 20, com sessões ás 09h e ás 14h,com a peça O Lobo é Bom ou é Mal, uma adaptação do clássico Os Três Porquinhos, da Companhia Gil Santana. O espetáculo conta a história do Lobo Mau que após sair da recuperação, jura não fazer mais maldades. Abordando temas como bullying, construção da identidade, e comportamentos humanos, a peça impressiona o público com o seu desfecho.

No final de semana dos dias 15, às 19h, e 16, às 17h, o projeto Jardim Itinerante – Circulação de Palhaças na Bahia traz para o Solar seu espetáculo, com uma proposta de dialogar questões sobre Direitos Humanos, a reafirmação do feminino nos trabalhos artísticos, dialogando com a plateia para que o público transmita suas experiências, opiniões e que se estimule reflexões sobre os temas discutidos. O evento tem entrada gratuita e classificação livre.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com intuito de promover a circulação de novos artistas que aquecem diferentes cenas independentes de Salvador, a primeira edição do Sarau de Inverno de Salvador acontece no sábado, dia 22 de agosto, às 15h, no Cine Teatro Solar Boa Vista. Os ingressos custam R$30 (inteira) e R$15 (meia) comprados no dia do evento. Também serão disponibilizados ingressos promocionais antecipados a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Esses pagantes terão o nome colocado na lista da festa e na entrada receberão o EP “Caminhos” de Ramon Maia.

No domingo 23, a partir das 14h, a PH Produções realiza o encontro PHD 3 em 1, em comemoração aos 25 da produtora, reunindo artistas dos projetos desenvolvidos pelo grupo, como Top Model PHD, PHD DJ Hitse PHD Show Music. No encontro, voltado para todas as idades, grupos de dança, dj’s, mc’s, couvers e modelos de vários bairros da cidade se apresentarão, além do sorteio de brindes do Projeto House Dance, parceiros do projeto. Os ingressos custam R$5 e R$2,50 (meia).

O Grupo Canto da Voz realiza, no dia 26, o Show Bahia – Eu Venho de Cá, às 20h, com ingressos a preços populares (R$2 e R$1). Homenageando os compositores baianos do cenário alternativo, a apresentação traz ao palco alunos de canto da professora Soraya Aboim, que também dirige e produz o show. A classificação é de 10 anos.

Nos dia 27, às 19h30, o filme Âncora do Marujo será exibido no Solar. Dirigido por Victor Nascimento, a narrativa conta a história do Âncora do Marujo, o último reduto de transformistas de Salvador, através de depoimentos dos artistas que lá se apresentam, com suas personagens e histórias, em meio ao cotidiano do centro abandonado da cidade. O Âncora do Marujo é onde a arte mostra seu poder transformador e homens comuns encontram um lugar onde podem sonhar. As sessões têm entrada gratuita e classificação 12 anos.

No dia 29, a partir das 9h, o FUSCA – Festival Unifacs de Sustentabilidade, Cultura e Arte ocupa o Solar com seu projeto, promovendo ações de apoio e incentivo da arte e cultura, além de temáticas sócio ambientais. Durante todo o dia, acontecerão diversas atividades e intervenções artística no espaço, estimulando o diálogo entre os moradores do Engenho Velho de Brotas e as ações da universidade.

E encerrando a programação de agosto, no dia 30 (domingo), o espetáculo À Caminho de Casa se apresenta no teatro, às 17h, com classificação livre e ingressos à R$4 e R$2 (meia). Com criação do ator Luan Gomes, o espetáculo traz, através de sua personagem, as peripécias e situações inusitadas que passam seu clown a caminho de casa. Uma performance lúdica e interativa junto que se dispõe a dialogar com o público e em especial as crianças.

CPCV_agosto_Blog

Durante todo mês, o Circuito Popular de Cinema e Vídeo (CPCV) apresenta todas as terças (04, 11, 18 e 25) o filme Tainá 3: A Origem. Com direção de Rosane Svartman, o longa narra a história de piratas da biodiversidade que invadem a área da floresta amazônica onde vive Maya, jovem índia que é vítima do ataque predatório, deixando órfã a bebê Tainá. Abrigada entre as raízes da Grande Árvore (sapopemba), a criança é salva e criada pelo velho e solitário pajé Tigê. Cinco anos depois, ele leva Tainá à aldeia do seu povo, onde está para ser escolhido o novo líder defensor da natureza. Lá, a jovem se depara com diversas situações, desvendando o mistério de sua própria origem. As sessões acontecem às 15h com classificação livre.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturaisbahia.org.

Mais informações:

E-mail: comunicacao.solar@gmail.com

Endereço: Parque Solar Boa Vista, s/nº, Engenho Velho de Brotas. Tel: 3116-2000

Blog: https://blogdosolar.wordpress.com

Fanpage: Cine Teatro Solar Boa Vista

Twitter: @SolarBoaVista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s